Noticias - Jornal Agito Ubatuba

Um novo conceito em jornal

Publicado em 28/08/2015
Colunista: Gabriela Pavani

Compartilhar

Qualidade de vida e Sexualidade


Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) uma boa qualidade de vida envolve a satisfação das necessidades básicas e uma boa relação com a comunidade, a família, o trabalho e a sexualidade. A sexualidade é muito mais do que o ato sexual. Ela é parte da identidade do indivíduo e determina o modo como a pessoa vai sentir a si-própria e como vai se relacionar com outras pessoas. Assim, estar de bem com a orientação sexual, com o papel masculino ou feminino na sociedade, com o próprio corpo e com o companheiro (a) é fundamental para uma sexualidade plena e uma boa qualidade de vida geral. Se há algum problema em outra área da vida, como no trabalho ou na saúde por exemplo, a vida sexual também é afetada negativamente. Portanto, muitas vezes para melhorar uma área da vida é preciso modificar outras. Algumas sugestões de áreas que podem gerar efeitos na sexualidade: financeira, conjugal, familiar, espiritual, saúde, social e lazer. Se algo não vai bem com a sexualidade, provavelmente estas outras áreas da vida também apresentam problemas. Portanto, procurar ajuda especializada é to importante. O Psicólogo pode ajudar a entender onde está o problema e o que fazer para modificá-lo. Afinal, viver é bom, mas viver com qualidade de vida é melhor ainda.

Voltar