Noticias - Jornal Agito Ubatuba

Um novo conceito em jornal

Cidade: Ubatuba
Publicado em 30/09/2015

Compartilhar

Desafio das 28 Praias e Prova de Ciclismo Cidade de Ubatuba aquecem economia local


Promoção de eventos pela Prefeitura tem objetivo de combater sazonalidade, gerar postos de trabalho, contratação e consumo de serviços. Mais de duas mil pessoas estiveram em Ubatuba no último fim de semana para as disputas da maratona de corrida de montanha 3º Desafio das 28 Praias e para pedalar na 1ª Prova de Ciclismo Cidade de Ubatuba.
Os eventos fazem parte do calendário turístico Viva Ubatuba e movimentaram a cidade de norte a sul. A promoção de eventos pela Prefeitura é parte das ações de combate à sazonalidade e tem objetivo de aquecer a economia local, gerar postos de trabalho e a contratação e consumo de serviços como hospedagem, alimentação e passeios fora do período de alta temporada.
3º Desafio das 28 Provas: O 3º Desafio das 28 Provas ganhou dois quilômetros a mais nessa edição e com 42 km teve status de maratona, desafiando ainda mais os competidores pelas trilhas, praias desertas e montanhas da região sul ubatubense.
A categoria solo largou às 7 horas na praia da Tabatinga e as demais categorias de revezamento largaram vinte minutos depois.
Mais de 1.100 atletas, entre homens e mulheres, correram por trilhas escorregadias prejudicadas pela chuva do dia anterior, que exigiram disposição e técnica dos participantes em suas passadas. Algumas horas depois, os primeiros corredores chegaram à praia Dura e muitos atletas de Ubatuba subiram ao pódio, com destaque para Fabiano Ramos de Souza. Com 26 anos e em sua primeira maratona, ele terminou em primeiro lugar na categoria Solo e levou a bandeira de Ubatuba ao lugar mais alto do pódio na principal categoria da prova.
Fabiano é morador da praia do Peres e faz parte da equipe Consertada, formada por caiçaras da região do Bonete. Eles começaram a correr por incentivo da Secretaria Municipal de Turismo, que disponibiliza inscrições para as comunidades tradicionais da cidade. A prova também apresentou um ponto positivo no quesito sustentabilidade. Pela primeira vez em Ubatuba, um evento esportivo aplica um plano de gerenciamento de resíduos sólidos: coleta e organiza o manejo do lixo produzido. Segundo Claudinei Bernardes, diretor de Desenvolvimento e Turismo Sustentável da Secretaria Municipal de Turismo, a aplicação do plano tem objetivo de atender a lei municipal vigente e minimizar os impactos gerados pela atividade, bem como despertar uma consciência nos atletas quanto ao descarte de embalagens ao longo do percurso. “É evidente que ainda temos muito a evoluir no monitoramento dos resíduos gerados nos eventos, mas o primeiro passo foi dado e com sucesso. Muitos pontos de descarte foram cobertos pela gestão da prova, diminuindo significativamente a quantidade de material deixado nas trilhas e praias do trajeto. Agora é aprimorar até zerar a quantidade de material descartado fora das lixeiras disponibilizadas. Agradecemos a RunnerSP, produtora da competição, por apoiar a iniciativa, mostrando-se responsável e comprometida com a defesa da natureza da nossa cidade”, disse Claudinei
1ª Prova de Ciclismo Cidade de Ubatuba: Válida pela sexta etapa do Campeonato Valeparaibano de Ciclismo 2015 e estreando no calendário de eventos turísticos do município como a primeira de ciclismo com a assinatura de Ubatuba, a prova reuniu um bom público na praça de eventos da cidade, local da largada e chegada da competição. Cerca de 250 atletas percorreram 94 km pela belíssima rodovia Rio-Santos: da praça de eventos até a divisa com Paraty - ida e volta - com o retorno na cachoeira da escada. Durante o percurso, os atletas foram escoltados e amparados pela equipe da Policia Rodoviária Federal, que disponibilizou viaturas e soldados para garantir a seguranças dos ciclistas, sendo de extrema importância na prevenção de acidentes. O destaque da prova ficou para a primeira colocação da atleta Valéria Acedo Scorza. Ela teve por duas vezes o pneu de sua bike furado e mesmo assim superou as adversárias para subir ao pódio e representou Ubatuba com muita garra.
Combate à sazonalidade: A equipe do Observatório de Turismo esteve nos dois eventos, aplicou a pesquisa com os atletas e coletou informações sobre o perfil e hábitos de consumo de quem visitou Ubatuba no último fim de semana.
As pesquisas do OT mostram a eficiência dos eventos em gerar divisas para a economia da cidade e o impacto positivo sobre setores como hospedagem, alimentação, passeios e compras.
Segundo Claudinei Bernardes, coordenador do programa, já é possível a comparação de dados, como no caso do Desafio das 28 praias, que em sua primeira edição em 2014 gerou uma entrada de recurso muito expressiva para um fim de semana de baixa temporada. “Em 2014, tivemos 916 atletas inscritos. Neste ano, passou de 1.100. Isso mostra a qualidade do evento em atrair público para a cidade. Outro ponto significativo é o aquecimento da economia local. Sempre aplicamos um percentual de entrevistas com 10% do total de atletas. Em 2014, a estimativa de gastos dos atletas na cidade apresentou um valor de R$ 54.810 mil. Fazendo uma projeção por 50% do total de atletas, esse valor salta para aproximadamente R$ 270 mil distribuídos nos serviços de hotelaria, alimentação, compras, passeios, além da contratação de mão de obra local como os staffs e vans de apoio” aponta Claudinei.

Voltar