Noticias - Jornal Agito Ubatuba

Um novo conceito em jornal

Cidade: Ubatuba
Publicado em 02/08/2019

Vigilância em Saúde de Ubatuba faz recomendações sobre prevenção do sarampo no início das aulas


Município já tem um caso suspeito da doença

 

Com o início das aulas na rede pública de ensino municipal e estadual, bem como na rede privada, a Vigilância em Saúde de Ubatuba reforça o alerta para conter a propagação do sarampo, uma doença viral aguda e altamente contagiosa.

A transmissão é direta de pessoa a pessoa, por meio das secreções expelidas pelo doente ao tossir, falar ou respirar e que permanecem dispersas no ar, principalmente em ambientes fechados como, por exemplo, escolas, creches, clínicas, meios de transporte. As pessoas infectadas são geralmente contagiosas cerca de 5 dias antes do aparecimento da erupção cutânea até 5 dias depois.Os sintomas aparecem em média de 10 a 12 dias desde a data da exposição.

O estado de São Paulo vem liderando o ranking nacional de casos de sarampo, que cresceu principalmente na população entre 10 e 29 anos de idade. Até 31 de julho, o estado já tinha 484 casos confirmados da doença e, em Ubatuba, há um caso suspeito, em investigação.

Em ofício circular, a Vigilância em Saúde orienta profissionais da Saúde e da Educação e a comunidade em geral a identificar casos suspeitos de sarampo. Pode estar com a doença qualquer indivíduo, adulto ou criança, que apresente febre e exantema (manchas na pele) acompanhada de um ou mais dos seguintes sintomas: tosse, coriza (nariz escorrendo), conjuntivite, independente de situação vacinal.

Os casos suspeitos devem ser comunicados imediatamente por telefone ou por email para que a Vigilância Epidemiológica consiga atuar rapidamente na contenção de novos casos. Além disso, é necessário manter a criança ou adulto em isolamento (dentro de casa) até receber o contato e orientações da vigilância. O contato da Vigilância Epidemiológica de Ubatuba é (12) 3832-1548 ou por emaiviep.ubatuba@gmail.com.

 

Prevenção: vacina

 

A vacinação é a única forma de prevenir o sarampo. Assim, é importante que adultos e crianças estejam vacinados com a vacina Tríplice Viral - TV (sarampo, rubéola e caxumba) ou a Dupla Viral – DV (sarampo e rubéola). Conforme o Calendário Vacinal por ciclo de vida, as crianças devem tomar a primeira dose da vacina até 1 ano de idade e a segunda, até os 15 meses. Já os adultos até 29 anos devem ter duas doses e, a partir dos 30 anos, uma dose. No caso de profissionais da saúde, todos devem ter duas doses independente da idade.

Todos os postos de saúde de Ubatuba estão abastecidos com a vacina contra o sarampo. A Vigilância recomenda a imunização também para profissionais da educação, viajantes, além dos que atuem no setor de turismo, motoristas de táxi, funcionários de hotéis e restaurantes, guias e outros que mantenham contato com viajantes internacionais. A vacina só não é recomendada para crianças menores de seis meses, gestantes e pessoas imunodeprimidas.

Outra recomendação feita é que as equipes de Estratégia de Saúde da Família e da Educação intensifiquem o trabalho de verificação da atualização da carteira de vacinação de crianças e adolescentes, bem como dos adultos que trabalham no ambiente escolar e nos equipamentos de saúde.

Veja mais informações sobre o sarampo na página internet da Prefeitura de Ubatuba.

-------------------

Fonte: Secretaria de Comunicação / PMU

 

Texto disponível online em:

https://www.ubatuba.sp.gov.br/sms/alerta-sarampo/

 

Voltar