Noticias - Jornal Agito Ubatuba

Um novo conceito em jornal

Cidade: Ubatuba
Publicado em 28/09/2017

Reforma de píer em Ubatuba integra preparativos para receber Cruzeiros


Melhorias pretendem facilitar embarque e desembarque das operadoras que irão atracar nas próximas temporadas

 

Há cerca de um mês, o Píer Comodoro Magalhães localizado no bairro do Itaguá, em Ubatuba, vem passando por uma reforma. A obra é executada pela Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano (EMDURB) e custeada pela Companhia Municipal de Turismo (COMTUR).

O projeto de reforma já foi aprovado pela secretaria de Meio Ambiente do Município e agora será encaminhado para a Capitania dos Portos, Secretaria do Patrimônio da União (SPU) e Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq).

Na programação, consta a troca de todo o madeiramento, pois o existente já está todo comprometido. Em toda a nova composição, será aplicado um produto para manter a durabilidade e conservação do material.

O píer terá um avanço de plataforma fixa de 3m X 12m e, em frente à plataforma, ficará uma rampa de 1m X 6m, apoiada em um flutuante de 4m X 12m. Segundo o secretário, o flutuante está preparado para o desembarque dos usuários dois tênderes simultaneamente, totalizando um total de 240 pessoas por viagem.

“Tudo está sendo feito para facilitar o embarque e desembarque das operadoras, que irão atracar em Ubatuba. São três paradas confirmadas pela MSC e uma em negociação coma Costa Cruzeiros”, reforçou Bischof.

A previsão de entrega da obra é final de outubro. Também estão pré-agendadas vsitorias técnicas com Antaq, MSC e Costa Cruzeiros, acompanhadas do prefeito Délcio Sato, que devem acontecer em meados de outubro.

“Esse é um trabalho intenso realizado com rapidez para melhor atender ao receptivos de cruzeiros. Estamos avançando com qualidade”, garantiu o prefeito.

Preparativos

“Estamos preparando o píer e, também, o receptivo para atender à demanda do desembarque junto às agências de turismo, à associação dos escuneiros, aos responsáveis pelo artesanato das comunidades tradicionais, além do apoio do Projeto Tamar e do Aquário, importantes atrações de que o turista necessita”, acrescentou Bischof.

Voltar