Noticias - Jornal Agito Ubatuba

Um novo conceito em jornal

Cidade: Ubatuba
Publicado em 21/07/2017

Filipinho vence algoz de Medina e é o primeiro brasileiro a ser campeão na África do Sul


Com um domínio total durante toda a etapa, Filipe Toledo fez história e foi o primeiro brasileiro a sagrar-se campeão em Jeffreys Bay, na África do Sul, na manhã desta quinta-feira. Já Gabriel Medina parou nas semifinais e ficou em terceiro lugar.

Para subir ao lugar mais alto do pódio, Filipinho precisou despachar na final o português Frederico Morais, que também vinha de boa campanha na competição, tendo derrubado justamente Medina na fase anterior e John John Florence nas quartas.
Na decisão, o brasileiro somou 18 pontos, com 9,17 e 8,83 como maiores notas. Morais fez 17,73, somando 9,40 e 8,33 – precisava de um 8,60 para virar o duelo.

O melhor resultado de um brasileiro na etapa sul-africana do Mundial de surfe havia acontecido em 2000, quando Peterson Rosa foi vice-campeão.
Com a vitória, Toledo assumiu a sétima posição no ranking e, se fizer uma campanha consistente nas próximas etapas, pode chegar forte na disputa pelo título mundial. Semifinalista, Medina subiu para a nona colocação, e Adriano de Souza, o Mineirinho, eliminado na terceira fase, caiu da terceira para a quinta. Matt Wilkinson segue líder.

Após ter sido suspenso da etapa de Fiji por mau comportamento no Rio de Janeiro, Filipe mostrou para o que veio. Em sintonia com o mar, ele mostrou muita velocidade e habilidade tanto nas manobras aéreas, quanto nas tubulares, sendo dono de duas notas 10 no evento.
A final foi muito difícil, com ambos os surfistas mostrando qualidade técnica e colocando pressão. O português chegou a esboçar uma virada, com uma onda de 9,40 pontos, mas não foi o suficiente para acabar com o brilho de Toledo.
Antes da final, o brasileiro também passou por cima do australiano Julian Wilson, que tem um bom histórico nas ondas de J-Bay - ele foi finalista em 2015, contra Mick Fanning, quando o evento foi cancelado por conta de um ataque de tubarão.

Agora os surfistas entram na reta final do campeonato. A sétima etapa acontece nos temidos tubos de Teahupoo, no Taiti. Nos últimos três anos, Gabriel Medina foi campeão, finalista e semifinalista do evento, respectivamente. A janela abre no dia 11 de agosto, e a disputa contará com transmissão da ESPN+ e do WatchESPN.

Voltar