Noticias - Jornal Agito Ubatuba

Um novo conceito em jornal

Cidade: Ubatuba
Publicado em 10/07/2017

Plenária de Vigilância em Saúde de Ubatuba faz propostas rumo à conferência nacional


Saneamento, integração entre setores e infraestrutura são temas destacados

 

 

Cerca de 150 pessoas participaram da 1ª Plenária Municipal de Vigilância em Saúde, na quarta-feira, 5, no salão da Capela São Francisco, em Ubatuba, preparatória à 1ª Conferência Nacional de Vigilância em Saúde (CNVS), com o tema "Vigilância em Saúde: Direito, Conquistas e Defesa de um SUS Público de Qualidade".

 

O evento abriu com uma mesa composta pelo prefeito Délcio Sato (PSD), além do presidente do Conselho Municipal de Saúde (Comus), Thiago Monzi, do vice-prefeito, Jurandir de Oliveira Veloso, da secretária de Saúde, Grazielle Bertolini, e de Ana Cleide R. Uchoa, articuladora de atenção básica, da DRS 17, de Taubaté, representando a secretaria estadual de Saúde.

 

O prefeito Sato agradeceu a todos os presentes e destacou as ações que estão sendo feitas para melhorar a saúde de Ubatuba. “Só resolveremos com gestão compartilhada e participação social. Todos nós somos responsáveis, não apenas o poder público”, enfatizou.

 

“Meu compromisso é com a população e o SUS e espero contribuir para que consigamos ter uma atenção básica resolutiva e comprometida com a efetivação da integralidade”, afirmou Bertolini, nova secretária de Saúde de Ubatuba.

 

Após a abertura, Ana Cleide Uchoa apresentou vários dados sobre o SUS no Brasil que, só em 2014, realizou 4 bilhões de procedimentos ambulatoriais, 1,4 bilhões de consultas e tratou 19 milhões pacientes oncológicos, além de ser o segundo país do mundo em número de transplantes. “Nós temos que defender e lutar pelo SUS e conhece-lo por dentro e por fora. Eu defendo, acredito e uso o SUS”. Em seguida, Antenor Benetti apresentou o histórico da implementação da Vigilância em Saúde.

 

Em grupos, os participantes elaboraram propostas para o fortalecimento dos programas e ações de Vigilância em Saúde tanto em nível local, quanto regional e nacional, apresentadas em seguida ao plenário. Uma das demandas que mais apareceu foi pelo saneamento básico e para que seja estabelecido o quanto antes contrato com empresa com regras e metas rígidas e prazos para cumprir.

 

A implementação da coleta seletiva, para reduzir o número de criadouros de mosquitos, a ampliação de recursos humanos e físicos (carros, equipamentos de proteção individual), a ação integrada entre as vigilâncias ambiental, epidemiológica, sanitária e do trabalho e entre estas e as demais secretarias foram outras propostas recorrentes.

 

A plenária se encerrou com a eleição de delegados para a conferência regional, representando os usuários, trabalhadores e gestores da Vigilância em Saúde em Ubatuba.

 

Delegados eleitos por segmento

 

Usuários

Aurora Maria de Carvalho

Barbara França de Carvalho

 

Gestores

Antenor Ricardo Benetti

Silvia Maria Tenório da Silva

 

Trabalhadores

Gustavo Adolfo de Barros

Taís Bruller dos Santos

 

 

Fonte: Secretaria de Comunicação Social / PMU

Voltar