Noticias - Jornal Agito Ubatuba

Um novo conceito em jornal

Cidade: Ubatuba
Publicado em 11/04/2016

Dia D de vacinação contra a gripe em Ubatuba acontece em 30 de abril


Vigilância em Saúde recomenda medidas de higiene para reduzir a infecção pelo vírus da gripe Influenza A, causada pelo H1N1, e outras doenças respiratórias

 

A Vigilância em Saúde da Prefeitura de Ubatuba já se prepara para o 30 de abril, dia nacional de mobilização contra o vírus H1N1, causador da gripe Influenza A. A ação integra a 18ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, que será realizada no período de 30 de abril a 20 de maio de 2016.

“Estamos aguardando do órgão estadual – o Grupo de Vigilância Epidemiológica – o envio das vacinas para Ubatuba”, informa a enfermeira Ângela Maria Costa, da Vigilância Epidemiológica (VIEP) de Ubatuba.

Como em anos anteriores, as vacinações na rede pública serão feitas junto a grupos prioritários: crianças maiores de seis meses e menores de cinco anos, gestantes, puérperas, idosos acima de 60 anos, indígenas, portadores de doenças crônicas como diabetes e hipertensão e trabalhadores do setor de saúde. “Isso corresponde a cerca de 16 mil usuários do SUS em Ubatuba”.

De acordo com o Ministério da Saúde, a vacina é segura e é considerada uma das medidas mais eficazes na prevenção de complicações e casos graves de gripe. Estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% e 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza. 

Para este ano, a composição das vacinas a serem utilizadas no Brasil deverão conter três cepas do vírus: 

Ø A/California/7/2009 (H1N1) pdm09

Ø A/Hong Kong/4891/2014 (H3N2)

Ø B/ Brisbane/60/2008 (Victoria) 

Fique de olho no site da Prefeitura de Ubatuba para ver a relação de postos de saúde que participarão da campanha no dia 30 de abril: http://www.ubatuba.sp.gov.br

 

Nenhuma confirmação de H1N1 em Ubatuba

O VIEP informa que, até o dia 8 de abril, não houve nenhuma confirmação de H1N1 em Ubatuba. “Já recebemos resultados de exames que negativaram quatro casos suspeitos e aguardamos a chegada de outros cinco resultados”, conta Angela.

 

Como se prevenir?

Para redução do risco de adquirir ou transmitir doenças respiratórias, especialmente às de grande infectividade, como vírus Influenza, orienta-se que sejam adotadas medidas gerais de prevenção, tais como:

- Frequente lavagem e higienização das mãos, principalmente antes de consumir algum alimento

- Utilizar lenço descartável para higiene nasal

- Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir

- Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca

- Higienizar as mãos após tossir ou espirrar

- Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas

- Manter os ambientes bem ventilados

- Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de gripe

- Evitar aglomerações e ambientes fechados

- Utilizar álcool em gel para higienizar as mãos

Voltar